Estou dizendo isto porque no momento anterior, décimo, MMMV esqueceu-se de dizer que a foto de Denise Ferreira dos Santos, que morreu de morte quente, apocalíptica infernal, é do álbum de família. A foto do sepultamento de Celso Furtado, que morreu de morte pacífica, celestial, é de Fábio Mota/AE.
                      Na cidade-Estado de MMM/v  a retificação está inserida na polis. De quatro em quatro, em ano bissexto, o universo é reconstituído, do principiofim ao fimprincípio. 
                     Neste momento as duas mortes, a de Denise Ferreira e a de Celso Furtadas são representadas. Falando em representação, no que diz respeito ao momento 66, não tente imitar MMMV. Pode ocorrer com você o mesmo que ocorreu com Denise. Não confie, jamais, em desconhecido, como confiou Denise, que foi pelas aparências. Ela pensou que aquele jovem era a vida quando na verdade era a morte. Tenham muito cuidado. Não imitem MMMV. Caso queiram vivenciar tudo isso, façam através da arte, ou seja, através do teatro, pintura, desenho, escultura, escrita, música, vídeo, cinema. Não queira competir com MMMV em termos de passar por uma situação tão arriscada. Então, todo o cuidado com desconhecidos é pouco.
          Dias atrás, terminada a obra MMMV, quando despedi-me do meu pai, vendo a preocupação dele para com a minha pessoa, travamos o seguinte diálogo:
Eu: não pai... não vou mais sair com desconhecido(a). Daqui prá frente, desconhecido prá mim é capaz de tudo. Então você pode ficar tranquilo.
Ele: Na verdade você não conhece o malandro mas ele te conhece. Sabe a hora em que você sai e chega. Sabe como você é . Sabe do seu endereço. Sabe do seu número de telefone. Liga para ver se você está em casa. Sabe de tudo...
Eu: de fato
-------------
Engraçado, MMMV não imaginava que seu pai, que sempre mora na roça, não tivesse a percepção do quanto o outro sabe da gente. Mais do que a gente mesmo obre nós mesmos. Na sociedade atual as pessoas sabem muito da vida da gente. Dias atrás, ao verificar se alguns sites já estavam com domínio registrado, vi que se você entrar com um nome X,  se o X tiver registrado um site, aparece todos os dados desta pessoa X. Por isso o Virgínio Ribeiro, o velho pai de MMMV está certo. Quem quer, fica sabendo de tudo a nosso respeito. Até então, eu não tinha tido esta percepção de que podemos ser mais visíveis do que imaginamos.
         Neste sentido, o pai de MMMV está certísssimo.Incrível. Então todo cuidado é pouco. A morte não dá passo em falso. Ele(a) é terrível.. A morte tem mil olhos, mil mãos de prender. ( A este respeito, estou me lembrando, levemente, de uma música gravada pelo spin cantor Ney Matogrosso. Não sei o título. Vou dar uma verficiada. Não sei o título da música nem o autor.)


Grato,

José Carlos Lima


Ao receber o momento 70º edite este livro grafando
Na capa: MMMV
Na contra-capa: Tudo o que há e o que não há é MMMV
Metade Morte Metade Vida
Somente o Integral Perfeito é 100% Vida
Idéia Sem Morte
Na apresentação: Nós gostaríamos que todos atentassem para esta realidade(assinada por escritores(as), artistas plásticos(as), cantor(es),etc)

O calendário da cidade-Estado de MMMV
Mês de Marte: 07/01 a 20/03. 73 dias (74 em ano bissexto)
Mês de Júpiter: 21/03 a 01/06. 73 dias
Mês de Saturno: 02/06 a 13/08. 73 dias
Mês de Urano: 14/08 a 25/10. 73 dias
Mês de Netuno: 26/10 a 06/01. 73 dias

Marque um X e envie-me
( )Não envie-me arquivo anexo
( )Quero parar de acompanhar MMMV
( )Substitua meu endereço de e-mail por este:.........
( )Envie MMMV para este endereço de e-mail:........